segunda-feira, 13 de junho de 2011

Os Segredos da Mente Milionária

 
A questão é: o seu rendimento anual não importa. O que interessa
saber é se você está atingindo o seu pleno potencial financeiro ou não.
Talvez você esteja se perguntando por que diabos uma pessoa precisa
de tanto dinheiro. Primeiro, a própria pergunta não é francamente
positiva para a sua riqueza, mas um sinal de que você deve rever o seu
modelo de dinheiro. Segundo, o principal motivo pelo qual aquele
senhor queria ganhar tudo aquilo era aumentar as suas doações a
uma instituição de caridade que ajuda vítimas da AIDS na África. Um
golpe na crença de que as pessoas ricas são gananciosas.
Vamos em frente. Você está programado para economizar dinheiro
ou para gastá-lo? Está programado para administrá-lo bem ou para
administrá-lo mal?
O seu condicionamento o leva a escolher investimentos de sucesso
ou a entrar em "roubadas"? Talvez você esteja se perguntando: "Como
é possível que o fato de eu ganhar ou perder dinheiro na bolsa de
valores ou em imóveis esteja inscrito no meu modelo?" É simples.
Quem escolhe as ações? As propriedades? Você. Quem decide quando
comprá-las? Você. Quem decide quando vendê-las? Você. Acredito
que você tem algo a ver com tudo isso.
Tenho um conhecido chamado Larry que é um verdadeiro imã
44
quando se trata de ganhar dinheiro. Definitivamente, o seu modelo
é de rendimentos elevados. Mas, quando a questão é investir o próprio
dinheiro, Larry tem o beijo da morte. Tudo o que ele compra
despenca como uma avalanche. (Você acredita que o pai dele tinha o
mesmo problema?) Eu me mantenho em estreito contato com ele
para lhe pedir conselhos financeiros. São sempre perfeitos, ou melhor,
perfeitamente errados! Tudo o que Larry sugere eu faço ao contrário.
Observe, porém, como algumas pessoas parecem ter o que chamei
de toque de Midas. Tudo o que elas tocam se converte em ouro. As
duas sindromes, o toque de Midas e o beijo da morte, não são senão
manifestações opostas do modelo financeiro.
Volto a dizer: o seu modelo de dinheiro determinará a çua vida
financeira - e até a sua vida pessoal. Se você é uma mulher cujo
modelo de dinheiro está programado para rendimentos baixos, o
mais provável é que atraia um homem que também apresente esse
tipo de programação, para que você possa permanecer na situação
financeira em que se sente confortável e validar o seu modelo. Caso
você seja um homem cujo modelo de dinheiro está programado
para rendimentos baixos, o mais provável é que atraia uma mulher
gastadora que arrase a sua conta bancária, para que você possa
permanecer na situação financeira em que se sente confortável e
legitimar o seu modelo.
A maioria das pessoas acredita que o sucesso nos negócios depende
fundamentalmente das suas qualificações e dos seus conhecimentos,
ou, pelo menos, da sua perspicácia em identificar as melhores
oportunidades em termos comerciais. Odeio ter que lhe dizer que isso
não é bem assim.
O sucesso do seu negócio depende do seu modelo de dinheiro.
Você sempre o validará. Se ele está programado para lhe dar R$ 30
mil anuais, essa é a medida precisa do êxito que você obterá com ele
- o suficiente para lhe garantir R$ 30 mil por ano.
Se você é vendedor e tem um modelo programado para ganhar
R$ 100 mil por ano e consegue fechar um grande negócio que lhe
45
renderá R$ 150 mil, acontecerá o seguinte: ou a venda será cancelada
ou, caso você receba os R$ 150 mil, o ano seguinte será péssimo para
compensar e levá-lo de volta ao nível do seu modelo financeiro.
Por outro lado, caso você esteja programado para ganhar R$ 150
mil e tenha passado dois anos na pior, não se preocupe: você vai
recuperar tudo o que não conseguiu receber. Será necessariamente
assim, é a lei subconsciente da relação entre a mente e o dinheiro.
Talvez você siga uma intuição e faça um bom negócio no mercado
de capitais ou acerte em outra investida qualquer. Não importa o que
seja: de um jeito ou de outro, se você está programado para ganhar
R$ 150 mil por ano, no fim é isso que vai ter.
E como você pode descobrir a programação do seu modelo de
dinheiro? Uma das maneiras mais óbvias é examinar os seus
resultados. Analise a sua conta bancária. Analise a sua renda. Analise o
seu patrimônio líquido. Analise o êxito dos seus investimentos.
Analise o seu sucesso nos negócios. Analise se você é um gastador ou
um poupador. Analise se você administra bem as suas finanças.
Analise até que ponto os seus rendimentos são estáveis ou flutuantes.
Analise o quanto você dá duro para ganhar dinheiro. Analise os seus
relacionamentos que envolvem dinheiro.
O seu dinheiro é suado ou chega a você com facilidade? Você tem
um negócio ou um emprego? Você fica muito tempo no mesmo
negócio ou emprego ou muda com freqüência?
O modelo de dinheiro funciona como um termostato. Se a
temperatura da sala é 220, é provável que o termostato esteja regulado
para 220. E é nesse ponto que a questão fica interessante. É possível,
considerando o fato de que a janela está aberta e faz frio lá fora, que a
temperatura da sala caia e atinja 180? É claro, mas o que acontecerá no
fim? O termostato será acionado e ela voltará aos 220.
É possível também, considerando o fato de que a janela está aberta
e faz calor lá fora, que a temperatura da sala suba e chegue a 250?
É claro que sim, mas o que acontecerá no fim? O termostato será
acionado e ela retornará aos 220.
46
A única maneira de mudar permanentemente a temperatura da
sala é "zerar" o termostato. De modo análogo, a única maneira de
modificar permanentemente o seu nível de sucesso financeiro é
zerar o seu termostato financeiro, também conhecido como modelo
de dinheiro.
PRINCÍPIO DE RIQUEZA
A única maneira de mudar permanentemente a temperatura
da sala é "zerar" o termostato. De modo análogo, a única
maneira de modificar permanentemente o seu nível
de sucesso financeiro é zerar o seu termostato financeiro,
também conhecido como modelo de dinheiro.
Você pode tentar o que for - desenvolver os seus conhecimentos
em negócios, marketing, vendas, negociações e administração e
tornar-se especialista em imóveis ou ações. Essas são ótimas
ferramentas. Mas, no fim, se a sua caixa de ferramentas interna não for
grande e forte o suficiente para ajudá-lo a ganhar e conservar
quantidades substanciais de dinheiro, todas as ferramentas do mundo lhe
serão inúteis.
Repito, é uma simples questão de aritmética: "Os seus
rendimentos crescem na mesma medida em que você cresce."
Felizmente, ou quem sabe infelizmente, o seu modelo de dinheiro
e sucesso tenderá a permanecer com você para o resto da vida - a
não ser que seja modificado e transformado. E é exatamente disso
que vou continuar tratando na parte 2.
Lembre-se de que o primeiro elemento de toda mudança é a
conscientização. Faça uma auto-análise, conscientize-se, observe os seus
pensamentos, os seus medos, as suas crenças, os seus hábitos, as suas
atitudes e a sua inação. Coloque-se sob a lente de um microscópio.
Estude-se.
A maioria de nós acredita que vive uma vida baseada em escolhas,
mas em geral isso não é verdade. Mesmo sendo pessoas esclarecidas,
47
ao longo de um dia tomamos poucas decisões que retletem a
consciência que temos de nós mesmos naquele momento. Na maior parte
do tempo, somos como robôs: agimos no automático, dirigidos por
condicionamentos passados e por velhos hábitos. É nesse ponto que
entra a conscientização. A consciência observa os nossos
pensamentos e as nossas ações para que vivamos das escolhas verdadeiras
feitas no momento presente em lugar de sermos governados por
uma programação proveniente do passado.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Favor Se Cadastrar Para Comentar. Não Use Palavras de Baixo Calão, Não Ofenda Ninguém. Não Faça Racismo. Obrigado